#3 Alimentação anti-inflamatória

Alimentação

Terceiro dia do Desafio Detox Houseway e o tema do bate-papo foi sobre alimentação, alimentos que devem ser evitados e quais são as diferenças reais entre alimentos de verdade versus industrializados.

Nós já sabemos que o bem-estar físico está associado, em grande parte, ao que comemos e que existem alguns alimentos que podem desencadear processos inflamatórios e alergênicos, prejudiciais ao organismo!

Principais alimentos inflamatórios para se evitar:

Açúcar

Açúcar, carboidrato refinado, glucose de milho, xarope, dextrose,frutose, glicose, xarope de frutose,xarope de glicose, xarope de malte,xarope de milho, etc.

Efeitos do consumo

  • Aumenta a produção de substâncias inflamatórias (as citocinas próinflamatórias) que são tóxicas.
  • Diminui a produção de glóbulos brancos, nossas células de defesa, baixa da imunidade.

    Um estudo publicado no periódico Nutrients em 2018 investigou se o consumo de açúcares contribui para o aumento dos processos inflamatórios e níveis de biomarcadores de inflamação. “Muito embora não foi possível determinar se a frutose/sacarose causou mais danos do que a glicose na dieta para promover a inflamação em estudos humanos, os autores discorrem, a partir da literatura publicada, alguns prováveis mecanismos relacionados ao consumo desses componentes com a inflamação”, afirma a nutricionista Clarissa Hiwatashi Fujiwara.

Gluten

Encontramos no trigo, cevada e centeio.
OBS: A aveia não contém gluten, porém pode ser processada em ambientes com gluten, contendo traços.

Efeitos do consumo

O gluten tem um potencial alergênico e inflamatório muito alto.
Mesmo quem não tem intolerância ao gluten ou é celíaco deve diminuir oconsumo.

Álcool

Efeitos do consumo

Gera inúmeras toxinas no nosso organismo e diminui drasticamente nosso imunidade.
Diminui a produção de testosterona, hormônio totalmente relacionado a performance e ganho de massa muscular.

Carnes processadas

Nuggets, embutidos, hambúrgueres, etc.

Efeitos do consumo

Contém muitos aditivos químicos com ação cancerígena.
Possuem alta concentração de gorduras de péssima qualidade, nocivas e com ação inflamatória.

Outros exemplos de alimentos industrializados

  • Bolachas, salgadinhos, pães, biscoitos, tortas de massa podre, bolos, etc
  • Refrigerantes, sucos artificiais, nectar de frutas, bebidas de caixinha, etc
  • Gorduras e óleaos vegetais refinadas, gordura hidrogenada, gorduras trans, etc
  • Alimentos congelados, sorvetes, etc.

Efeitos do consumo

A lista é grande!
Todos esses alimentos são ricos em gorduras com ação inflamatória, com relação direta a doenças cardiovasculares e neurodegenerativas, aumento de colesterol, Diabets, Câncer etc.

Uma alimentação limpa pode ser a cura de muitas doenças.

Alimentos Anti inflamatórios

Alimentos fontes de ômegas 3 e 9

  • Castanhas.
  • Azeite de oliva extra virgem.
  • Chia, linhaça.
  • Peixes de água fria e peixes menores (salmão, atum e sardinha).

Crucíferas

  • Couve
  • Brócolis
  • Couve de Bruxelas
  • Rúcula
  • Nabo

São fontes de substâncias como os sulforafanos e compostos enxofrados, potentes anti inflamatórios, que agem diretamente no Processo de DETOX .

  • Cúrcuma
    (Açafrão-da-terra)- Contém entre outras substâncias a cúrcumina, com enorme ação anti inflamatório e detoxificante.
  • Beterraba
    Muito usada pelos esportistas por ser rica em NITRATO, que melhora toda circulação sanguínea.
    É rica em muitos minerais, vitamina C, carotenoides, compostos fenólicos e flavonoides.
    Além disso, contém um composto de pigmentação conhecido como betalaína, o que garante a cor escura característica, e é uma substância rica em antioxidantes e possui propriedades anti-inflamatórias.
  • Gengibre
    Contém entre outras substâncias a gingerol, com enorme ação anti inflamatório e detoxificante.
  • Pepino
    Rico em minerais, potássio, equilibra os líquidos corporais. Ótimo diurético!

Frutas

  • Abacate
    Rico em vitaminas C, E e K e minerais como potássio e magnésio, gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, como ômega-3.
    Por tudo isso, é uma fruta que não pode faltar no seu cardápio!
    Por ser rico em vitaminas e antioxidantes que fortalecem o sistema imunológico melhora o rendimento do treino e previne a formação de aterosclerose, de doenças cardíacas e câncer.
    Além disso é fonte de beta-sitosterol (uma substância que age como um anti-inflamatório natural), combate o envelhecimento precoce, e é um super aliado no processo de emagrecimento por regular hormônios relacionados ao controle de fome/saciedade, insulina e cortisol.
  • Limão
    Ação detoxificante por melhorar a liberação de sais biliares, diminui a acidez no intestino e com isso melhorar toda digestão, potencializa a detoxificação. É fonte de vitamina C, minerais e compostos fenólicos antioxidantes.
  • Abacaxi
    Rico em água, fibras solúveis e insolúveis (como a pectina), vitaminas B e C, betacaroteno e sais minerais como cálcio, cobre, manganês, potássio, magnésio, ferro e zinco.
    Também contém bromelina, uma enzima que ajuda na digestão de proteínas.
  • Frutas Vermelhas
    Morango, melancia, cereja, framboesa, amora, açaí, mirtilo, jabuticaba, entre outras.
    Essas frutas são ricas em diversos compostos antioxidantes, como flavonoides, antocianinas, licopeno e resveratrol, vitaminas do Complexo B, magnésio, cálcio. Potente ação anti inflamatória, combate ao envelhecimento, melhorada circulação!

Aprendendo a ler rótulos

Você tem o hábito de ler o rótulo antes de comprar um produto?
A leitura dos rótulos dos alimentos é uma importante fonte de informação sobre o que estamos consumindo. Ler rótulos ajuda a ter consciência e manter uma alimentação saudável, pois permite fazer boas escolhas desde o momento da compra no supermercado, até a hora do consumo, durante as refeições.

1. Ingredientes

Sempre na lista de ingredientes os primeiros estão em maior quantidade no produto, ou seja, estão em ordem decrescente!

2. Tabela Nutricional

A tabela nutricional é baseada na porção sugerida.
Por ex: Gordura TRANS Pode estar 0 nas informações se no produto conter menos 0,5g/ porção.
Fiquem espertos!!!

3. Atenção!

  • Nem sempre os produtos são o que prometem!
  • CUIDADO com as alegações que estão na frente do produto!
  • O tamanho da porção que o fabricante indica é a que você realmente come?

4. Compare!

Crie o hábito de comparar os rótulos de produtos similares!

“Comida de verdade é caracterizada por alimentos in natura, minimamente processados.⠀⠀

A comida de verdade é aquela que atende não apenas as nossas necessidades nutricionais, mas também nossas demandas psicossociais, culturais e as do meio ambiente como um todo!”

No próximo artigo falaremos sobre Jejum como um potencializador do Detox em nosso corpo! Não perca!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.