Quando devemos suplementar?

Produtos Suplementação

A palavra suplementação já diz tudo: suprir o que está em falta.

Suplementação faz parte da vida de um atleta profissional ou amador que busca melhorar sua performance e alcançar os resultados e objetivos desejados mas será que o uso de suplementos são indicados apenas para atletas?
Como sabemos quando os suplementos são de fato necessários?

O primeiro ponto que é preciso levar em consideração é que não existem regras onde, obrigatoriamente, é preciso suplementar. Isso depende muito da alimentação e de uma série de individualidades como por exemplo, se a pessoa tem uma doença, alguma intercorrência, deficiência ou objetivo específico.
Os suplementos podem sim ser necessários se sua dieta não atinge as quantidades de todos macro e micronutrientes que você precisa, de acordo com sua idade, peso e atividade física .

Os suplementos podem ser necessários se:

  • Sua dieta não atinge as necessidades de todos nutrientes que você precisa, de acordo com sua idade, peso e atividade física.
  • Você treina com frequência e quer melhorar sua performance.
  • Você quer ganhar massa muscular e não alcança a quantidade de proteínas e nutrientes apenas com sua dieta.
  • Você quer melhorar sua recuperação muscular.
  • Você quer corrigir deficiências nutricionais.
  • Você quer melhorar sua disposição e sua energia.
  • Você quer melhorar sua saúde de forma geral.

Retrato da alimentação no Brasil

Em uma pesquisa intitulada “Consumo Alimentar Individual”, financiada pelo Ministério da Saúde e conduzido pelo IBGE foi retratado o seguinte cenário da dieta tradicional brasileira:
Baseada em um consumo predominante de carboidratos e gorduras, com alimentos compostos por baixo teor de nutrientes e alto conteúdo calórico, fornecidos através de itens industrializados como refrigerantes, pães e bolachas, e a ingestão cada vez mais reduzida de frutas, verduras e legumes.
Outro dado alarmante, divulgado pela Organização Mundial da Saúde, é de que a grande maioria da população sofre com carência de vitaminas e micronutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo, como por exemplo um sistema imunológico eficiente e proteção contra radicais livres – responsáveis pelo envelhecimento das células.

Em contrapartida, sabemos que com o bombardeio de propagandas e informações, as vezes fica difícil saber quais compostos fazem bem e devem ser ingeridos de fato, não é mesmo?

Suplementos alimentares mais consumidos no mundo:

Ômega 3

O ômega 3 é um ácido-graxo poliinsaturado que tem potente ação anti-inflamatória e que, por isso, pode auxiliar no tratamento de doenças cardiovasculares e cerebrais, além de melhorar a memória e a disposição. 
Tem ação na melhora da sensibilidade à insulina e aumento da taxa de síntese proteica, fundamentais para o ganho de massa muscular, por exemplo.

Whey Protein

O Whey protein é um suplemento proteico extraído do soro do leite.
Este suplemento é uma proteína de alto valor biológico que contribui para a construção e reparação dos músculos que sofrem microlesões durante a prática de exercícios. Promove o aumento da imunidade, aumenta a saciedade, auxilia no controle da pressão arterial e diabetes.

Aminoácidos

Creatina: Um dos suplementos com mais estudo e comprovação científica de seus benefícios.
A creatina monohidratada é um composto formado de 3 aminoácidos – arginina, glicina e metionina – que está ligada à regeneração das moléculas que fornecem energia para as células.
Ela é produzida em pequena quantidade pelo nosso corpo (aproximadamente 1g/dia), e pode ser obtida também através do consumo dos alimentos-fontes: carnes, frango e peixes. Por isso, é tão recomendada sua suplementação para veganos e vegetarianos.
A Creatina esta diretamente relacionada ao aumento de força e potência muscular, aumento da massa muscular e densidade mineral óssea. Ela acelera a recuperação pós treino, tem ação antioxidante e anti-inflamatória e melhora o desempenho físico e mental.

Glutamina: Um dos aminoácidos mais abundantes e importantes do nosso organismo, é usada na produção de tecidos e como fonte de energia das células do sistema imune.
Tem ação reparadora e auxilia no fortalecimento da barreira do intestino mantendo a microbiota saudável.
Suas principais funções para o organismo são relacionadas com a manutenção da integridade das mucosas intestinais, favorecendo a absorção de nutrientes, fortalecimento da imunidade e auxilio da recuperação muscular.

BCAA: Formado por três aminoácidos essenciais, ou seja, que não são produzidos pelo organismo e devem ser ingeridos, são eles: L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina.
Esses aminoácidos essenciais ajudam as células a produzirem proteínas. Eles participam do processo de produção de energia durante a prática de atividade física, principalmente de exercícios de longa duração e, assim, retardam a fadiga muscular, prevenindo o catabolismo.

Complexos polivitamínicos

O polivitamínico é um suplemento alimentar que contém diversas vitaminas, como vitamina C, vitamina A e vitaminas do complexo B. Além disso, muitos polivitamínicos também são compostos por minerais ou outros compostos que são indicados com o objetivo de combater as deficiências nutricionais.

Quais são os cuidados necessários?

Quando se busca uma suplementação alimentar, é importante saber a qualidade e a procedência, assim como é importante saber escolher os alimentos que se vai consumir.

O uso ideal dos suplementos alimentares é consumi-los com indicação e dose correta, seja para complementar a falha na alimentação ou suplementar nos casos de necessidade nutricional aumentada.
A dose e a recomendação individualizada deve ser prescrita por um médico ou nutricionista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.